Maria-Carmen faz parte de uma geração de artistas profundamente comprometida com o seu trabalho. Estudou na Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro e na École Supérieure d’Art Visuel, em Genebra, na Suíça. A escultura não foi um acidente na sua trajetória, mas ao visitar o ateliê de Sergio Camargo (1930-1990) em Carrara, na Itália, apaixonou-se pelo mármore e, logo em seguida, descobriu o alabastro.